Dia Mundial do Rock ou dia do Juízo Final ?

alx_roberta_miranda_original-1

Roberta Miranda fez uma homenagem ao Dia Rock, celebrado nesta segunda-feira (13), compatilhando no Instagram uma foto em que aparece com uma guitarra totalmente nua.

Paro por aqui, senão o Dia do Rock para não confundir o Dia do Rock com o Dia do Juízo Final !!!

Anúncios

Dia Mundial do Rock: Programação Canal BIS

bismultisow

NET: canais 120 e 620 / SKY: canais 88 e 288
Claro TV: canais 44 e 544 / Viacabo: canais 81 e 481
GVT: canal 35 /  Vivo TV: canais 43 e 343
Oi TV: canais 98 e 598 / CTBC: canal 334

 

 

10h – Kiss Live At Hellfest 2013
A banda icônica Kiss foi headliner do Hellfest em 2013, um dos maiores festivais de heavy metal do mundo. Um show recheado de hits, pirotecnia e muita maquiagem, com performances de “Rock and Roll All Nite”, “Psycho Circus” e “Black Diamond”, entre outras.

11h30 – The Doors Hollywood Bowl
Considerada perdida durante anos, a apresentação no Hollywood Bowl é apontada por críticos e fãs o ponto alto da carreira da banda de Jim Morrison.

12h30 – God Bless Ozzy Osbourne
Primeiro documentário a levar os espectadores para dentro da mente complexa deste grande ícone do rock, com depoimentos de Tommy Lee, John Frusciante, Paul McCartney.

14h – The Black Keys Main Square (Inédito)
O duo americano neo blues-rock que vem arrancando elogios da crítica a cada álbum lançado se apresenta no Main Square Festival tocando sucessos como “Fever”, “Tighten Up” e “Lonely Boy”.

15h – The Who At Kilburn 1977
Uma das bandas mais importantes da história do rock fez um show histórico em dezembro de 1977 no Gaumont State Theatre em Kilburn, norte de Londres. Como parte das gravações para o filme “The Kids Are Alright”, de Jeff Stein, o show acabou sendo uma das últimas performances ao vivo do bateirista Keith Moon, que morreu no ano seguinte.

16h – The Song Remains The Same
O clássico filme-concerto da banda britânica de rock Led Zeppelin. Gravado em 35mm para exibição no cinema, é um registro dos shows feitos em julho de 1973 no Madison Square Garden, em Nova York, e traz sucessos como “Rock And Roll”, “Stairway To Heaven” e “Whole Lotta Love”.

18h – Bis Docs: Sepultura Do Brasil
Documentário que acompanha a turnê de 30 anos da banda expoente do metal brasileiro.

19h – Contos Do Rock: T02EP10
O produtor Rick Bonadio, Fernanda Takai e Supla contam histórias de suas carreiras, como a produção da música “O Coro Vai Comê”, sucesso do Charlie Brown Jr.

19h30 – Queen: Hungarian Rhapsody: Live in Budapest (Inédito)
Show inédito de uma das maiores bandas de todos os tempos, gravado em Budapeste, Hungria, em 1986. Pertencente à Magic Tour, o material foi remasterizado e traz grandes sucessos como “We Are the Champions”, “We Will Rock You”, “Bohemian Rhapsody” e “Love of My Life”.

20h30 – Momento Palco: Especial Rock Brasileiro
A série apresentada por Guilherme Guedes resgata momentos da música brasileira. Nesse especial sobre a história do rock nacional, histórias de Rita Lee, Ira!, Raimundos, Sepultura, Pitty e Los Hermanos.

21h30 – The Rolling Stones: Rock And Roll Circus (Inédito)
Durante dois dias de dezembro de 1968 alguns dos mais importantes ícones do mundo do rock se reuniram para apresentações históricas. Rock and Roll Circus é uma verdadeira cápsula do tempo, colocando em um único palco os Rolling Stones, The Who, Jethro Tull, John Lennon, Yoko Ono, e trazendo faixas como “Jumping Jack Flash” (The Rolling Stones), “A Quick One While He’s Away” (The Who) e “Song for Jefrey” (Jethro Tull).

22h30 – Jimi Hendrix (Inédito)
Documentário único sobre Jimi Hendrix, dirigido e produzido por Joe Boyd, John Head e Gary Weis . O filme, com 12 músicas em seu repertório e entrevistas com Hendrix e familiares, contém imagens de concertos de 1967 a 1970, incluindo o Monterey Pop Festival, o Isle of Wight Festival de 1970 e Woodstock.

13 de Julho, Dia Mundial do Rock.

Falar o que do bom e não tão velho assim Rock ? Tentar explicá-lo com palavras ou até mesmo com algumas músicas, é um erro que alguns cometem, e tentam dessa forma, eleger “As músicas do século“. É complicado, sempre alguém será esquecido ou injustiçado. O Rock é pra ser curtido, emocionar, e não para ser medido ou comparado. É como um bom vinho, pode envelhecer que não perde seu valor. Não tem emoção que se compare ao seu primeiro, vinil, cassete ou cd adquirido daquela banda ou artista que você gosta. Só quem já foi à um estádio e junto com 50,60,70,80 ou 90 mil pessoas e se emocionou com músicas que você outrora nunca imaginará que poderia algum dia vê-la sendo executada ao vivo, tudo ali na sua frente. É emoção pura, é história, recordações de momentos curtidos com uma determinada música. A música marca sua vida, o Rock e o Metal são a trilha sonora da minha vida, “é uma cachaça”. Abaixo algumas músicas, para curtir e relembrar um pouco da história do Rock no seu dia. Passando de Bod Dylan, ao vocal emblemático de Klaus Mine do Scorpions em “In Trance” de 1975. O vocal rasgado do Roger Daltrey do The Who, é Mick Jagger soltando o vozeirão em Satisfaction. É isso, no dia do Rock, nada melhor que escutá-lo.

Bob Dylan – Like a rolling stone

Rolling Stones – Satisfaction

The Who – Baba O’riley

Uriah Heep – Easy Living

Scorpions – In Trance

ACDC – Let there be Rock

Deep Purple – Highway Star

Jimi Hendrix – Hey Joe

Led Zeppelin – Whole Lotta Love
Faltou quase tudo …

Dia Mundial do Rock "Esforço participativo"

LIVE AID 1985 – O concerto começou às 12 horas (horário local) em Wembley, Inglaterra, e continuou no JFK Stadium (EUA) às 13:51. As apresentações no Reino Unido terminaram às 22:00, enquanto que no JFK a conclusão deu-se às 04:05 da madrugada. Conclui-se então que o concerto teve 16 horas, mas uma vez que as apresentações de muitos artistas aconteceram simultaneamente no Wembley e no JFK, a soma final é bem maior.

Nenhum concerto antes havia reunido tantos artistas famosos do passado e do presente (cujos nomes estão listados abaixo). Entretanto, à última hora, alguns músicos já anunciados acabaram não aparecendo, como Tears For Fears, Julian Lennon e Cat Stevens, enquanto Prince mandou em seu lugar um videoclipe da canção “4 The Tears In Your Eyes”. Stevens compôs uma canção especialmente para o evento, que nunca chegou a apresentar – se o tivesse feito, seria seu primeiro concerto público após sua conversão ao islamismo. o Deep Purple também deveria se reunir para o evento, mas Ritchie Blackmore recusou-se a participar.
Mick Jagger pretendia originalmente se apresentar nos EUA num dueto intercontinental com David Bowie em Londres, mas problemas de sincronismo impossibilitaram a tarefa. Ao invés disso, Jagger e Bowie criaram um videoclipe da canção que apresentariam juntos, uma versão de “Dancing In The Street”. Jagger ainda se apresentou com Tina Turner na seção estadunidense do concerto.
Ambos os eventos principais do concerto terminaram com seus respectivos hinos anti-fome, o “Do They Know It’s Christmas?” da Band Aid no Reino Unido e “We Are The World” do USA For Africa fechando o show nos EUA.
Desde então vários discos e vídeos piratas com os concertos do Live Aid têm circulado livremente. O evento nunca foi planejado para ser lançado comercialmente, mas em novembro de 2004 a Warner Music Group lançou um DVD quádruplo do concerto para tentar dar um fim à pirataria.
O Led Zeppelin levantou vôo com Starway to Heaven, e levou consigo 90.000 pessoas ao delírio. 
 Does anybody remember laughter? “Alguém se lembra do riso?” canta Plant.

Este clip foi editado, os tons verdes da fita de mais de 20 anos de idade foram removidos, o brilho e contraste foram equilibrados.
O áudio foi sincronizado com uma transmissão em FM capturada em uma fita cassete antiga. Aproveite!

Contagem regressiva para o "Dia Mundial do Rock"

Julho chegou, e agora é contagem regressiva para o Dia Mundial do Rock. Dia 13 está chegando, e vamos já nos antecipando e postando sobre o assunto, com dicas e tudo mais que cerca esta data. O motivo de se comemorar nesta data, é que em 13 de julho de 1985, Bob Geldof organizou o Live Aid, um show simultâneo em Londres na Inglaterra e na Filadélfia nos Estados Unidos. O objetivo principal era o fim da fome na Etiópia e contou com a presença de artistas como The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou nos dois lugares), Eric Clapton e Black Sabbath.
O evento foi transmitido ao vivo pela BBC para diversos países e abriu os olhos do mundo para a miséria no continente africano. 20 anos depois, em 2005, Bob Geldof organizou o Live 8 como uma nova edição, com estrutura maior e shows em mais países com o objetivo de pressionar os líderes do G8 para perdoar a dívida externa dos países mais pobres erradicar a miséria do mundo.

Desde então o dia 13 de julho passou a ser conhecido como Dia Mundial do Rock.

O termo “Rock’n Roll” foi inventado pelo DJ americano Allan Freed, que organizava festas e tocava músicas negras em seu programa de rádio. Na década de 50, com o final da Segunda Guerra Mundial e a Guerra da Coréia, havia uma corrente que pregava pelo aproveitamento de cada momento como se fosse o último. Com o anúncio das bombas atômicas lançadas pela União Soviética e um possível “fim do mundo”, a corrente foi ratificada. A revolução de costumes associada ao ritmo empolgante da música tocada por Allan foi fator decisivo para que o estilo roqueiro fosse tachado de delinqüente. O primeiro Hit de sucesso do rock foi “Rock Around The Clock”, interpretado por Bill Haley.

Então ..