Por onde anda: A banda Picture

Pois é, dando uma olhada nas minhas fitas K7, esbarro com uma música marcada como a segunda música da fita n.o 11 (Coleção Metal 11), Eternal Dark da banda Picture. É fazíamos nos anos 80 fitas K7 com o acervo dos nossos discos e os dos amigos. É não é que o refrão veio imediatamente à memória ( Will you enter the paradise /  Will you see the light / What is your destination / Your eyes will see – eternal dark). Incrível quantas bandas fizeram certo sucesso somente com um álbum, e algumas somente com uma música, e somem para sempre. Um pouco pode até ser culpa da quantidade de boas bandas naqueles anos. Bem, o que importa agora é relembrar um pouco dessa música, e descobrir um pouco mais sobre essa banda Holandesa. A  banda foi formada em 1979 e é considerada a primeira banda Holandesa de Metal conhecida. Picture tinha bastantes fãs também na Alemanha e Itália. Fez tour como banda de abertura para os grandes como AC/DC, Saxon e Ted Nugent, inclusive acompanhou o Saxon em toda a tour Européia de 1981.
Picture – Eternal Dark
Seus álbuns:
Picture 1 (1981)
Heavy Metal Ears (1981)
Diamond Dreamer (1982)
Eternal Dark (1983)
Traitor (1984)
Every Story Needs Another Picture (1986)
Marathon (1987)
Live 2008 (2008)
Old Dogs, New Tricks (2009)
Nunca chegou a ser uma banda TOP, pra ser sincero não conheço muito o trabalho da banda. Achei bem legal o vídeo abaixo, onde mostra uma banda num show bem pequeno, uma plateia modesta, mas nota-se que os caras estão curtindo. É isso, de 1.000 bandas quantas tem um destino diferente ? São poucas que viram super-bandas. Mas isso não impede eles de seguir adiante e fazer o que gostam tocar.
Bem depois de 1987, deram uma parada significativa, voltando de 1987-98, onde pararam novamente e voltaram em 2007. Hoje a banda tem a seguinte formação:

Pete Lovell – vocals
Peter Bourbon – guitar
Rinus Vreugdenhil – bass guitar
Laurens Bakker – drums
Gert Nijboer – guitars

Em 2007, a formação clássica reuniu-se para ensaios. Eles ainda tinha aquela centelha, e planejavam um CD em 2008 com gravações de shows ao redor da Holanda e Alemanha. Embora Ronald van Prooijen ajudou, a cantora Shmoulik Avigal foi convidado a participar, assim como Pete Lovell, o cantor no álbum eterno Dark. Após a fumaça ter se dissipado em 2008, uma formação permanente foi estabelecida com Jan Bechtum, Vreugdenhil Rinus, Bakker Laurens, vanEnkhuizen Rob, e Pete Lovell. Eles estão atualmente tocando em toda a Europa. A edição limitada do álbum ao vivo foi gravado em vários locais e foi lançado pela banda.  O álbum Old Dogs, New Tricks foi lançado em 01 de outubro de 2009 na etiqueta MarsMountains. Ele contém 12 músicas de todo o material novo, lançado 30 anos a partir da primeira formação da banda. É isso.

Em 18 de dezembro de 2009, Jan Bechtum anunciou sua saída da banda. Ele está sendo substituído por Peter Bourbon.

No início de 2010, Rob van Enkhuizen decidiu deixar de imagem. Seu substituto é Gert Nijboer.

Anúncios

Novo DVD do Iron Maiden

O site do produtor Kevin Shirley já informa o novo lançamento do IRON MAIDEN, “Live – Santiago 2011”. De acordo com o site, o lançamento já está mixado, mas ainda sem data para lançamento.
Com essa divulgação, não podemos ter certeza se realmente será lançada uma mescla dos shows da Argentina e do Chile como noticiado anteriormente, sendo que a informação do site só mostra o nome de Santiago, que, de acordo com notícias da época, realmente teria sido o melhor dos dois shows.
“Live – Santiago 2011” deverá ser lançado em CD, DVD, Picture Disc e Blu-ray muito provavelmente em 2012.
Muito bom ter visto esse show do Iron esse ano aqui no Brasil, e me lembro que em determinado momento Bruce falou que o show estaria sendo gravado para um futuro DVD. Entendi que seria um show da turnê, e não aquele show no Morumbi, pois não vi muita estrutura que demonstrasse isso. Que venha o DVD, seja com a gravação do show em Santiago ou a gravação na Argentina. Espero um Bluray pois o Flight 666 em Bluray é impagável, é algo pra ser assistido milhares de vezes. UpTheIrons.
Esse foi o set-list em Santiago

Satellite 15 … The Final Frontier
El Dorado
2 Minutes to Midnight
The Talisman
Coming Home
Dance of Death
The Trooper
The Wicker Man
Blood Brothers
When the Wild Wind Blows
The Evil That Men Do
Fear of the Dark
Iron Maiden
The Number of the Beast
Hallowed Be Thy Name
Running Free

Bateristas: Scott Travis (Judas Priest)

Scott Travis, (6 de setembro de 1961) é um baterista estadunidense. Atualmente está na banda inglesa Judas Priest e durante algum tempo acompanhou o virtuoso grupo Racer X, com o guitarrista Paul Gilbert.

Muitos são os bateristas influenciados por sua técnica de dois bumbos.

Ví essa fera tocar em 2008 no show do Judas no Credicard. Consegui um lugar alí no gargalo, bem colado do palco pro show do Judas, mas só notei que a visão da batera estava prejudicada no inicio do show. Não teve jeito queria ver a apresentação do Judas, mas não perderia de jeito nenhum o show a parte que é esse baterista. Vai um vídeo em tributo a essa fera, um dos melhores bateristas do Metal na atualidade.

6 meses no ar


6 meses de um passatempo muito legal, postar e divulgar um pouquinho do que aconteceu, está acontecendo e irá acontecer no mundo do Rock e Heavy Metal é muito prazeroso. Isso prova que o brasileiro, mesmo contra o que a mídia e imprensa divulgam, gosta muito do verdadeiro Rock e Metal. Já são quase 250 acessos diários ao blog. Para uns pode não ser muito, pra mim é … Se tivesse 1 acesso por dia já valeria a pena. É isso aí, enquanto for assim, e isso aqui continuar a me proporcionar a alegria que tenho, que sejam mais 6 meses, seis anos ou seis décadas de mais informações. Um abraço, obrigado e muito Rock e Metal na cabeça aos que passam por aqui \m/

Black Country Communion (Black Country)

O Álbum:

  1. “Black Country” (Glenn Hughes, Joe Bonamassa) − 3:15
  2. “One Last Soul” (Hughes, Bonamassa) − 3:52
  3. “The Great Divide” (Hughes, Bonamassa) − 4:45
  4. “Down Again” (Hughes, Bonamassa, Derek Sherinian) − 5:46
  5. “Beggarman” (Hughes) − 4:51
  6. “Song of Yesterday” (Hughes, Bonamassa, Kevin Shirley) − 8:33
  7. “No Time” (Hughes) − 4:19
  8. “Medusa” (Hughes) − 6:57
  9. “The Revolution in Me” (Bonamassa, Sherinian) − 4:59
  10. “Stand (At the Burning Tree)” (Hughes, Bonamassa) − 7:02
  11. “Sista Jane” (Hughes, Bonamassa) − 6:55
  12. “Too Late for the Sun” (Hughes,Bonamassa,Jason Bonham,Sherinian,Shirley)− 11:19

    A Banda:

    Glenn Hughes – vocal e backing vocals, baixo
    Joe Bonamassa – guitarras, backing vocals, vocal principal em “Song of Yesterday” e “The Revolution in Me”, dueto em “Sista Jane” e “Too Late for the Sun”

    Jason Bonham – Bateria, percussão
    Derek Sherinian – Teclados

    Black Country Communion- Black Country

    Black Country Communion- Medusa

    Glenn Hughes afirmou que ele e Bonamassa vinham trabalhando juntos por mais de um ano, quando ambos se apresentaram no evento Guitar Center: King of the Blues em Los Angeles em novembro de 2009 e decidiram gravar juntos. O produtor Kevin Shirley, em seguida, sugeriu que o grupo trabalhasse com o filho de John Bonham, Jason Bonham. Bonamassa não queria que a banda fosse um power trio, então ele e os outros decidiram incorporar à formação o ex-tecladista do Dream Theater, Derek Sherinian, por recomendação de Kevin Shirley. A banda começou a realizar sessões no Shangri La Studios em Malibu, na Califórnia. Segundo Bonham, a banda estava gravando desde janeiro de 2010. Ele afirma: “Eu, literalmente, entrei em estúdio na semana passada por dois dias com uma pessoa que eu tinha feito um álbum antes, muito rapidamente, e com outro que era um amigo de meu pai que conheci mais tarde, Joe Bonamassa e Glenn Hughes, e estamos trabalhando em um novo projeto com um título de trabalho de Black Country.” A banda recebeu o nome da área industrial inglesa de onde Hughes e Bonham são oriundos.