Álbuns Clássicos: Temple of the Dog (Temple of the Dog)

Acabei esbarrando agora com um CD que foi muito complicado para adquirir nos anos 90. É o CD da banda Temple of the Dog, que é mais uma banda de um CD só, que pena. CD apurado, um som lapidado, melhor fase de Chris Cornell, e ainda com a ajuda de Eddie Vedder, fazem de Hunger Strike uma musica para se escutar mais de uma vez. Olha se você não conhece nada desse CD, recomendo pelo menos dar uma olhada no vídeo abaixo, baita aquisição. Bem, o Temple of the Dog foi mais um projeto temporário de alguns amigos em homenagem ao cantor Andrew Wood do que propriamente uma banda. Andrew foi vocalista das bandas Mother Love Bone e Malfunkshun, bandas pioneiras do grunge, e morreu em Março de 1990, vítima de uma overdose de heroína.

Fizeram parte desse projeto: dois membros dos Soundgarden, o vocalista Chris Cornell (que conhecia Andrew, pois havia sido seu companheiro de quarto em Seattle) e o baterista Matt Cameron; dois ex-membros do Mother Love Bone, o guitarrista Stone Gossard e o baixista Jeff Ament; além de dois ainda desconhecidos amigos de Gossard, o vocalista Eddie Vedder e o guitarrista Mike McCready.

Gravaram um único álbum auto-intitulado, que saiu pela A&M Records, em 1991. O disco recebeu críticas positivas, mas só recebeu a atenção que merecia depois que os Pearl Jam (banda formada por Gossard, Ament, Vedder e McCready após o fim do Temple of the Dog) tiveram reconhecimento mundial com seu primeiro disco chamado “Ten”.

O nome Temple of the Dog foi tirado de uma das músicas compostas por Andrew para o Mother Love Bone, chamada “Man of Golden Words”. Destacam-se nesse disco algumas excelentes músicas como “Say Hello 2 Heaven” e “Reach Down” (ambas compostas por Chris Cornell quando soube da morte do antigo amigo), além da bela “Hunger Strike”, onde Cornell e Vedder protagonizam um inesquecível dueto.

Depois do fim dessa homenagem, Cameron e Cornell voltam para o Soundgarden (posteriormente, Cameron deixou a banda e se juntou ao Pearl Jam), e o resto, como dito acima, forma o Pearl Jam que hoje é uma das mais populares bandas nascidas na efervescente Seattle do início década de 90

Logo após a finalização do álbum, aconteceu o único show dos Temple of the Dog, em 13.11.90. Em Setembro de 1992, os membros se reúnem pela última vez, no último show do festival Lollapallooza daquele ano (que contava com a presença dos Soundgarden e do Pearl Jam). Casualmente, tem acontecido reuniões do grupo, quando Cornell participa de shows do Pearl Jam (já que Cameron é baterista da banda de Eddie Vedder desde 1998, um ano após o fim do Soundgarden. Geralmente nessas oportunidades, se ouve Hunger Strike e Reach Down.

Faixas:

1 –  Say Hello To Heaven
2 –  Reach Down
3 –  Hunger Strike
4 –  Pushin Forward Back
5 –  Call Me A Dog
6 –  Times of a Trouble
7 –  Wooden Jesus
8 –  Your Saviour
9 –  Four Walled World
10 – All Night Thing

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s